quarta-feira, 18 de abril de 2018

EXPERIÊNCIAS / MINI GUIA - Os banhos de Budapest (HUNGRIA)


Caros viajantes!

Quem acompanha o blog, já deve ter percebido que Budapest é uma das minhas cidades favoritas no mundo. Em mais de uma oportunidade já falei muito bem dela, como nos posts UMA LISTA - As 5 construções mais magníficas do mundo, o recente UMA LISTA - Os 15 melhores destinos de FESTA do mundo! (pt. 1: EUROPA e ÁSIA) e, principalmente, no VOLTA AO MUNDO - Do dia/país #17 ao #24 (ÁSIA e EUROPA) - artigo no qual descrevi a capital da Hungria como um lugar fantástico, cheio de História, arquitetura e cultura próprias, e que foi formada por duas cidades separadas pelo Rio Danúbio: Buda, que é mais pacata e bastante medieval, com belos castelos, igrejas e mirantes, e Pest, que é maior, mais moderna, agitada e com um grande número de atrativos - incluindo o maior ícone do país: o surreal edifício do Parlamento!

Eu também já tinha falado "por cima" dos banhos termais de Budapest, mas hoje resolvi escrever um artigo "híbrido" só sobre isso porque, além deles também serem importantes atrações da capital húngara, visitá-los é uma EXPERIÊNCIA bem diferente, interessante e muito divertida!! 😃

Os primeiros banhos de águas termais do mundo remontam à época de Roma Antiga, onde eram muito populares; as pessoas os frequentavam pra se divertir, socializar, relaxar... E até pra tomar banho! 😂
Já naquele tempo, os banhos tinham áreas e instalações diversificadas: piscinas quentes e frias, cobertas e descobertas, saunas, espaços para a prática de esportes e para tratamentos que utilizam as propriedades terapêuticas das águas termais, vestiários, bares, etc... E ainda hoje existem várias ruínas dessas construções (principalmente na Itália), que dão uma boa ideia de como tudo funcionava!

Mesmo com o fim do Império Romano, os banhos continuaram populares em vários lugares que foram dominados por ele, como por exemplo os territórios que passaram para o controle dos otomanos (turcos) - dentre os quais, o da atual Hungria.
Por volta de 1500, descobriram que Budapest tinha uma geografia ideal para a construção de banhos, porque a região tem águas termais que correm próximas da superfície... E assim começou a tradição! 😃


Até hoje, os banhos da cidade são muito frequentados tanto pelos húngaros, quanto pelos turistas. Boa parte deles são realmente antigos e foram sendo reformados com o tempo, enquanto outros são mais modernos - mas em todos eles, a variedade de atividades disponíveis é bem ampla!
Há, além dos diversos tipos de piscinas e saunas, spas (com massagens, tratamentos estéticos e terapêuticos, etc.) e infraestrutura completa: vestiários bem equipados, aluguel de itens, áreas de alimentação...

Os preços costumam variar de acordo com o tempo que você pretende ficar, com as áreas e serviços que deseja acessar e também com os dias e horários, indo, aproximadamente, de 2.000 a 5.000 florins (a moeda húngara) para entrar - o que dá, mais ou menos, de 6 a 15 euros. Serviços extras, como massagens, são cobrados à parte.

Como não tenho uma câmera à prova d'água, acabei tirando pouquíssimas fotos nesses lugares (e elas não ficaram muito boas), então excepcionalmente, pela 1ª vez, somente 1 imagem do post é minha; todas as outras foram tiradas dos sites dos banhos (cujos links estão na descrição de cada um), apenas com exceção da foto da pool party - nesta, a fonte está na legenda.

Feita toda essa contextualização, vamos agora à parte mais legal: um MINI GUIA dos 4 principais banhos termais de Budapest! 😃

terça-feira, 3 de abril de 2018

UMA LISTA - Os 15 melhores destinos de FESTA do mundo! (pt. 2: AMÉRICAS)


Caros viajantes!

Conforme prometido, hoje trago a continuação do artigo sobre as melhores cidades do mundo quando o assunto é festa - e o que há de melhor em cada uma delas! 😃

Enquanto naquele post falei de 7 lugares espalhados pela Europa e pela Ásia (clique aqui para acessar), nesta 2ª e última parte tratarei dos 8 "points" finais, distribuídos em 3 porções das Américas: o nosso Brasil (o melhor país do mundo no quesito festa!), o restante da América Latina e os EUA! 😃

Aqui, valem os mesmos avisos da 1ª parte:

• A ordem dos destinos é aleatória, não havendo uma sequência preferencial; além disso, assim como todas as outras listas que já publiquei, esta aqui não é definitiva, pois só contém lugares que eu conheço - e naturalmente, eu não conheço todos os lugares do mundo 😄

• Excepcionalmente, só algumas fotos deste artigo são minhas; eu não costumo tirar muitas quando saio à noite (e menos ainda dos estabelecimentos em si), então achei melhor ilustrar a maioria deles usando imagens de seus próprios sites ou de terceiros - as fontes estão nas legendas (*)!

• A maioria das recomendações deste artigo são baladas, mas boa parte delas também são bares, restaurantes e/ou casas de shows; e pra fins de complementação, recomendo MUITO a leitura do artigo UMA LISTA - 6 "rooftop bars" imperdíveis ao redor do mundo! 😃

Bora lá!!