sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

DICAS DE UM "CM" - "Como faço pra viajar ASSIM?!"

Caros viajantes!

Uma coisa que eu já acostumei a ouvir de amigos, conhecidos e pessoas que seguem o CM nas redes sociais, são frases como:

Que vida boa, hein? Só viaja...

Ganhou na loteria? Só viaja...

E a principal: Como faço pra viajar ASSIM?!

Mas o que muita gente esquece é que a vida real NÃO é aquela que a internet e as redes sociais mostram!
É fácil e até natural ter pensamentos como os acima, quando você vê um blog de viagem como o CM, ou tantos outros sites e perfis que existem por aí e que parecem mostrar uma vida perfeita... Mas muita calma nessa hora, porque NÃO é bem assim - aliás, longe disso! 😂

Claro que não posso falar por todo mundo, mas tenho certeza de que muita coisa que vou dizer aqui também se aplica à grande maioria dos blogueiros de viagem...

Primeiro: eu NÃO "só viajo", nem minha vida é um paraíso...
Como qualquer pessoa normal, eu trabalho, tenho meus problemas pra resolver e, quando tenho férias, viajo. Uma vantagem que sim, eu tenho e não é tão comum, é que no meu trabalho, é fácil fazer compensações e ganhar dias de folga que eu acabo juntando às férias e que, por sua vez, ainda sempre "colo" com feriados prolongados. Assim, elas ficam bem mais longas!
Além disso, se o CM é um blog de viagem (perfil, no caso do Instagram), é óbvio que eu só vou postar coisas relacionadas a esse tema! Não tenho porque ficar subindo coisas do meu dia-a-dia, pois a ideia não é fazer um diário e nem expor minha vida pessoal. Sei que isso pode gerar a falsa impressão de que eu "só viajo", mas fazer o quê? É um efeito colateral do "negócio"...
Também é importante ressaltar que nada que eu posto vem "do nada", como num passe de mágica. Fazer cada artigo dá bastante trabalho e toma muito tempo, e manter a média de postar um por semana é um desafio por esses mesmos motivos. Não tenho ninguém me ajudando e pra completar, manjo pouco de computador, sites, redes sociais, etc... Mas ao mesmo tempo, amo o tema e gosto muito de escrever, então é isso que me faz continuar! 😃

Segundo: não, eu NÃO nado em dinheiro, e muito menos tenho qualquer intenção de "ostentar" por - aparentemente - só falar de viagens!
Não tenho pais que me sustentam, desde moleque sempre trabalhei, tenho um emprego normal... E nunca sequer jogo na loteria.
Pra mim, quem viaja pra "ostentar" tem a cabeça pequena e o espírito pobre. E o mesmo vale pra aqueles que acham que quem viaja, o faz com esse objetivo...
Viajar é uma experiência extremamente enriquecedora, mas em outros sentidos muito diferentes: você ganha histórias pra contar pelo resto da vida, aprende a se virar e ficar esperto, conhece outras culturas, pessoas, comidas, línguas, etc... Com isso, fica mais inteligente, se tornando uma pessoa mais interessante. E compartilhar essas coisas com quem também gosta delas, além de ser muito legal, é mais uma oportunidade pra expandir esses horizontes que você já alargou com as viagens, porque sempre acaba rolando uma troca de experiências, histórias, dicas... Além de que, naturalmente, você conhece e se aproxima de gente que é parecida com você! 😃

Terceiro - e certamente o principal motivo pelo qual você está lendo este artigo: COMO FAÇO PRA VIAJAR "ASSIM"?!
Bom, pra começar, tiremos o "assim" da frase. Como já expliquei acima, eu não faço nenhuma "mágica", não sou cheio da grana e sobretudo, não viajo tanto quanto pode parecer. Então qual é o "segredo"...?

... NENHUM! Tudo é simplesmente uma questão de PRIORIDADES e PLANEJAMENTO.
Tem gente que gosta de gastar com carros, roupas de grife, baladas caras... Não estou aqui pra julgar ninguém - cada um emprega o seu dinheiro onde bem entender! Mas pra mim, viagens são muito mais importantes e gratificantes do que todas essas coisas; logo, eu não costumo investir nelas.
Entenda que, às vezes, "não tenho grana pra viajar" pode ser uma desculpa que você usa pra se "auto-sabotar", porque na verdade, não quer abrir mão de outras coisas que, se acabar pensando bem, talvez não sejam tão essenciais assim... Por exemplo, se você come fora todo dia, será que não seria interessante aprender a cozinhar? Ou então, se você mora numa cidade como São Paulo, será que vale mesmo a pena ter um carro? Dá pra economizar MUITO se você usar mais o metrô, caminhar mais e utilizar aplicativos como o Cabify, em vez de manter um veículo que, além de te meter num trânsito infernal a toda hora, custa muito em impostos, combustível, seguro, estacionamento, reparos, etc... Portanto, coloque no papel todos os seus gastos e examine se não é o caso de redirecionar alguns deles! 😉
Além desse planejamento financeiro, que é primordial, há também o planejamento de uma viagem em si. É claro que é muito mais fácil ir numa agência de turismo e comprar um pacote já pronto, pois suas "preocupações" serão muito menores. Só que isso vai custar, na melhor das hipóteses, pelo menos o DOBRO do que você gastaria se fosse atrás de tudo por conta própria, além de que, seguindo os roteiros "padrão" (aqueles mesmos de sempre, que todo mundo faz), você não sairá da zona de conforto e, com isso, fatalmente deixará de ver, conhecer, fazer e viver muitas coisas incríveis!
Antigamente, montar uma viagem sozinho era muito mais difícil, mas desde que a internet foi inventada, não há mais desculpa! Com ela, você pode pesquisar e providenciar absolutamente TUDO o que precisa pra viajar - e se quiser orientações valiosas de como fazer isso da melhor maneira, recomendo muito ler os outros artigos do Dicas de Um "CM" (especialmente o #01 - "O melhor método para encontrar passagens baratas" e, mais ainda, o #02 - "O roteiro para fazer o melhor roteiro")! 😃

"Preencha sua vida com experiências, não coisas. Tenha histórias para contar, não objetos para mostrar" 😉
Até a próxima viagem! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas, sugestões, críticas, elogios...? Participe comentando aqui! =)