terça-feira, 3 de outubro de 2017

DIRETO DA ESTRADA - Um "pequeno gigante" país chamado MALTA

Caros viajantes!

Continuando de onde parei no relato do post anterior, a 2ª parada da Euromadness foi um pequeno e paradisíaco país-arquipélago que fica no meio do Mar Mediterrâneo: Malta! 😃

Maravilhado com a beleza "extraterrestre" de Comino, a menor das 3 ilhas que formam Malta
Como expliquei no artigo sobre San Marino, eu sempre tive uma curiosidade especial pelos "mini países" do mundo e as suas peculiaridades, e já fazia bastante tempo que eu queria conhecer Malta. Isso porque apesar de ter um tamanho diminuto (são 3 ilhas que podem ser totalmente vistas do avião e somam apenas 316 km² - um pouco menor que Ilhabela, no litoral paulista!), Malta tem uma história riquíssima e paisagens absolutamente fantásticas!

Devido à sua posição estratégica, entre a Itália e a Tunísia, essas ilhas foram dominadas por uma série de povos diferentes ao longo dos milênios: fenícios, gregos, romanos, árabes, ingleses, entre vários outros. Cada uma dessas civilizações deixou legados importantes, e toda essa mistura de culturas criou algo único no mundo - sendo que o maior exemplo disso talvez seja a língua maltesa, que é completamente bizarra!!

Some a esse caldeirão ingredientes como: templos pré-históricos, cidades medievais, igrejas e catedrais estonteantes, cidadelas como as do Oriente Médio e do norte da África, algumas praias com areia laranja e outras com a água mais azul que você pode imaginar, uma vida noturna agitada... E você se perguntará: COMO É POSSÍVEL TANTA COISA EM TÃO POUCO ESPAÇO??!!

Por essas e outras, Malta superou minhas expectativas (que já eram bem altas!), e já se tornou um dos países mais incríveis que eu já conheci! 😃

E como imagens falam mais que palavras, fica mais fácil tentar traduzir todo o encanto que eu tive com esse lugar através dessas fotos e suas legendas...

Comecei a exploração de Malta pela sua maior ilha (também chamada Malta), onde fica a capital: Valetta, uma cidade parcialmente medieval, com algumas ruínas bem interessantes!
Depois, fui conhecer os misteriosos templos pré-históricos de Ħaġar Qim (é assim mesmo que se escreve!) e L-Imnajdra...
... Que têm 5600 ANOS...
... E são as construções mais antigas DO MUNDO!! 😲
Dos templos, fiz uma caminhada de meia hora pela árida paisagem maltesa até a Blue Grotto, uma linda caverna esculpida pela natureza ao longo de trocentos anos!
No 2º dia, fui explorar a mais SURREAL das ilhas de Malta: Comino, onde fica a Blue Lagoon (esse lugar feio da foto, que apesar do nome, não é uma lagoa - é tudo mar!)
Mesmo lugar da foto que abre o post, mais de perto. Aquele forte é uma das únicas construções de Comino, que é praticamente desabitada!
Quem acompanha o blog já deve ter percebido que eu sempre tento descobrir o "lado B" de lugares famosos (e com isso fugir das multidões de turistas)... E não é que achei o de Comino?! Com vocês, a Crystal Lagoon! 😃
3º dia: depois de uma noitada com a galera do hostel na agitada cidadezinha de Paceville, retomei a exploração da ilha principal de Malta, conhecendo a pitoresca cidade árabe de Mdina...
... Que apesar do passado muçulmano, tem uma catedral do mesmo "nível" que as igrejas de Roma e do Vaticano (essa da foto)!! De lá, passei rapidamente por Mosta, que tem outra igreja com uma história curiosa: na 2ª Guerra Mundial, uma bomba caiu dentro dela enquanto havia uma missa com 300 pessoas... E não explodiu!! O fato ficou conhecido como um milagre e a bomba está lá exposta até hoje - obviamente, desativada 😃
De Mosta, fui pra badalada praia de Golden Bay, que justamente por ser mais urbanizada e cheia, não me agradou tanto... Então segui a dica que um nativo me deu e fiz uma caminhada por cima desse penhasco da foto, até a praia que fica lá embaixo... E ESSA SIM!! Assim como sua vizinha famosa, Għajn Tuffieħa tem a areia laranja, mas ainda é intocada e tem muito menos gente! 😃
Passei o 4º e último dia na 3ª e última ilha de Malta, que tem um nome curioso: Gozo... Primeiro fiquei um pouco na praia de Ramla (outra com areia laranja), e depois dei uma passeada pela cidade de Victoria (também chamada de Rabat), que tem mais uma belíssima igreja...
... E o encerramento com chave de ouro foi no Inland Sea, uma incrível "lagoa" conectada com o mar por uma caverna! 😃
Por fim, duas observações sobre o país:
- A "Janela Azul", um dos pontos turísticos mais famosos de Malta, não existe mais! Ela era um arco natural mais ou menos parecido com o da Blue Grotto (veja a foto acima), mas desabou no começo deste ano... Uma pena que não viajei pra lá a tempo de conhecer! =/
- Deslocamento é uma questão complicada por lá. Todas as atrações são meio separadas umas das outras, e apesar das distâncias não serem tão grandes, é muito pra ir a pé. Pra dificultar, os carros são de mão inglesa (o motorista vai do lado direito - o que é bem desafiador pra quem não é acostumado), os táxis são caros e não existe Uber no país. Com isso, quase todo mundo acaba dependendo dos ônibus locais, que são totalmente imprevisíveis... Eles não são muitos e dificilmente passam no horário programado (isso QUANDO passam)! =/

E se você leu o post sobre a 1ª parada da viagem (Barcelona), talvez esteja se perguntando: E toda aquela zica, PASSOU...?
Quase. Como já contei, o voo pra Malta atrasou e eu só fui chegar no hostel de lá às 5 da manhã. Além disso, esqueci meu cartão de crédito no país - mas dessa vez, tive sorte no fim!! Conheci uma galera bem legal no hostel, de vários países, e fiquei mais próximo duma italiana; quando já estava no aeroporto, deixando Malta, e percebi que estava sem o cartão, achei que poderia tê-lo deixado no restaurante onde havia jantado no dia anterior, com essa menina... Então avisei a ragazza, ela foi lá, ENCONTROU o cartão e, quando voltou pra Sicília (onde vive), me mandou o bendito pelo correio (já que também estou morando na Itália)! UFA 😃



••• "Partiu Malta"?! Então agora encontre AQUI as melhores opções de HOSPEDAGEM em Malta (a ilha principal homônima) e em Gozo! •••



Até a próxima viagem! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas, sugestões, críticas, elogios...? Participe comentando aqui! =)