quinta-feira, 28 de setembro de 2017

DIRETO DA ESTRADA - Do Inferno ao Céu em Barcelona (ESPANHA)

Caros viajantes!

Já são 3 semanas sem escrever (algo que nunca aconteceu desde que criei o blog, há 4 meses), mas como expliquei no último post (AVISO de VIAGEM!), isso era algo que provavelmente aconteceria! Pelo menos, foi por uma boa razão... 😃

Há alguns dias, encerrei a 1ª de 3 partes da longa viagem que estou fazendo pelo Velho Mundo e que apelidei de Euromadness! Ao longo de 2 semanas e meia, estive em várias cidades espalhadas por 7 países e a exploração foi incessante (eu só parava pra dormir), então, acabou não sobrando tempo pra escrever! Só consegui ir atualizando o Instagram e, por tabela, a página do Cidadania Mundial no Facebook...

Agora que parei por algum tempo em Sorrento (Itália), pra estudar italiano, é que estou menos ocupado, então vou buscar recuperar o tempo "perdido" e fazer alguns posts sobre o que vivi nas últimas semanas!

Dadas as justificativas, vamos falar sobre a 1ª parada da viagem: Barcelona, na Espanha! 😃

Depois de um dia de perrengues INFINITOS, finalmente cheguei... E me deparei com a beleza "assombrosa" da Sagrada Família! 😲
Chega a ser irônico. Recentemente, publiquei os maiores perrengues que já tive em viagens (aqui e aqui), e não podia/não queria imaginar que justamente a minha próxima viagem teria um início TENEBROSO, e entraria direto no 1º lugar da lista de perrengues!! 😲

Entre outras coisas menores que deram errado, a sequência da zica foi a seguinte:

• Ainda em São Paulo, quando fui sair de casa pra ir ao aeroporto, o cabo do puxador da minha mala quebrou. Eu não tinha outra e, mesmo que tivesse, já estava atrasado! No desespero, improvisei uma alça com uma corda de varal e fita isolante, pra conseguir puxá-la! Está resistindo até agora, mas tem sido um SACO pra andar com ela por aí... Possivelmente, ainda terei que comprar outra durante a viagem 😞
No Aeroporto de Guarulhos, "contrariei" o que EU mesmo tinha recomendado nesse post, e fiz a besteira de colocar meu canivete suíço e o protetor solar na bagagem de mão... Simplesmente esqueci que não podia! Resultado: confiscaram as duas coisas quando passei pelo raio X. Quanto ao protetor solar, OK, mas o canivete que minha tia tinha trazido pra mim da Suíça foi dose...
• Ainda em GRU, o voo pra Espanha atrasou 2 horas. Com isso, PERDI A CONEXÃO que eu tinha em Madrid e a companhia aérea (Air China) não se responsabilizou, dizendo que os voos eram de empresas diferentes e que eu tinha comprado os bilhetes separadamente (o voo Madrid - Barcelona seria pela Iberia). Resultado: perdi o dinheiro desse segundo voo, horas de passeio que eu teria em Barcelona e ainda gastei uma fortuna com uma passagem de trem-bala que tive que comprar, pra conseguir chegar no destino final no mesmo dia e não ter mais prejuízo ainda (não haviam mais voos naquele dia e eu já havia pago um passeio que faria e a primeira noite de hospedagem)! Pra completar, a Air China mentiu dizendo que os passageiros teriam assistência em Madrid, mas simplesmente não havia ninguém da companhia lá e eles sequer têm um escritório naquele aeroporto! Só estresse, e ainda vou ter que perder ainda mais tempo com isso processando os chinas quando voltar ao Brasil...
• Quando finalmente cheguei em Barcelona, me dei conta que perdi meu óculos de grau! Eu dormi com ele pendurado no pescoço, no avião, e deve ter caído sem eu perceber! Eu não preciso de óculos o tempo todo, mas ele é necessário pra dirigir e pra assistir aulas (duas coisas que eu sabia que faria na viagem). Então, já iniciei o 2º dia em Barcelona indo a uma ótica. Evidentemente, eles teriam que mandar fazer as lentes próprias pra mim, e elas não ficariam prontas a tempo de eu ainda estar na cidade... Se as quisesse no mesmo dia, eu tinha que ir buscá-las no laboratório da ótica, que ficava a quase 40km de Barcelona. Sem opção, aceitei, mas chegar lá com transporte público foi um PARTO, e quando começou a chover e eu soube que ainda faltava pegar um ônibus que passaria dali a mais de 1h, eu quis dar um tiro na minha cabeça!! Tive então que pegar um táxi (€ 30), depois deixar mais outra fortuna no laboratório da ótica pelo óculos, e ainda fazer todo o caminho de volta!! Com isso, além do rombo no orçamento, mais um dia quase inteiro foi perdido, o que me forçou a correr que nem um maluco nos 2 dias restantes na cidade, pra tentar dar conta do roteiro que montei! Claro que acabaram faltando algumas coisas, então ainda terei que voltar pra lá algum dia pra terminar...

... O que, pelo menos, não é algo ruim! 😃

Apesar de todo esse perrengue monstruoso, eu tentei, na medida do possível, separar as coisas dentro da minha cabeça e não deixar de apreciar a cidade em que eu estava porque quase tudo ia mal. E, pensando assim, deu pra ver e sentir o quão fantástica Barcelona é e ter vontade de voltar! 

No 1º dia, apesar de tudo o que aconteceu, eu consegui chegar no fim da tarde e a tempo de fazer o passeio que tinha comprado para o templo da Sagrada Família (que está inacabado). Embora ele também seja impressionante por fora, meu queixo caiu com o seu interior, e provavelmente essa igreja entrará pra minha lista das construções mais magníficas do mundo! 😃

É uma nave alienígena?! 😲
Indescritível.
O 2º dia, como eu disse, também foi uma m****, mas pelo menos a noite foi boa: primeiro, reencontrei a Cristina, uma amiga catalã que eu não via desde meu intercâmbio na Califórnia (6 anos atrás!). Depois, fui assistir ao clássico do futebol local no Camp Nou: Barcelona vs Espanyol! O gigantesco estádio do Barça estava lotado e, mesmo com o Espanyol dando trabalho (teve bola na trave), a partida terminou em 5 a 0 pro time da casa, fora o SHOW que o Messi deu!! Simplesmente inesquecível 😃

Dérbi catalão no Camp Nou: Barça 5 x 0 Espanyol, fora o show do Messi!!
O 3º e o 4º dia foram muito intensos, como já adiantei. Fui a uma enorme série de lugares, andei e suei muito (felizmente só choveu no 2º dia mesmo - no resto, muito sol e calor!), e mesmo não podendo ficar muito tempo em cada atração, deu pra aproveitar. Os grandes destaques desses 2 últimos dias em Barcelona foram:

As vistas incríveis dos muitos mirantes da cidade, no Parc Guell e principalmente no Mont Juic...

Porto de Barcelona, visto de um mirante na parte baixa do Mont Juic
A imponência do Palau Nacional, incrementada pelo belo show noturno de águas e luzes da Font Màgica (onde acho que vi a maior multidão de turistas da minha vida!!)...

O grandioso Palau Nacional...
... Que tem na sua frente a Font Màgica - e dezenas de milhares de turistas!!
A impressionante manifestação pela independência da Catalunha, que ocorreu em 11/09 (Dia Nacional da região) e tomou conta de toda Barcelona, com milhões de pessoas participando - presenciar isso foi histórico!


No meio da manifestação pela independência da Catalunha, no famoso bairro El Born!
• O MELHOR DE TUDO: a experiência quase transcendental que tive no Poble Espanyol. Quem me conhece, sabe que eu tento recriar fotos do meu pai (já falecido) nas minhas viagens, já que foi ele quem me ensinou a amar viajar. Já postei algumas dessas montagens no Instagram. Dessa vez, eu tinha a missão de tentar recriar uma foto dele no Poble Espanyol, mas o difícil seria achar a ruazinha exata em que ele tinha sido fotografado! Com paciência e vontade, não só encontrei o local e fiz o que tinha que fazer, como descobri que a casa que aparece na foto era EXATAMENTE o restaurante em que eu havia feito uma reserva pra ver um show de flamenco!! E não parou por aí...
Sempre tive uma relação extremamente forte com a música, e uma coisa que me fascina desde moleque é o som do violão flamenco e a habilidade sobrenatural de quem o toca. Nunca soube de um show de flamenco no Brasil, então mesmo sendo um mochileiro, fiz questão de desembolsar uma grana pra jantar no Tablao de Carmen, que é o lugar mais tradicional de Barcelona pra assistir um show de flamenco, e ver esse espetáculo de perto pela 1ª vez na minha vida. A comida e a sangria de lá são sensacionais, e a apresentação me deixou literalmente arrepiado!! Tive a sorte (finalmente um pouco dela, né? Hahaha) de me colocarem numa mesa na beira do palco, e acabei me maravilhando não só com o que os caras tocavam e cantavam, mas também com o que dançavam!! Nunca dei bola pra nenhuma dança (além de ser totalmente travado pra isso 😂), mas o que as(os) dançarinas(os) de flamenco fazem é simplesmente INACREDITÁVEL! É realmente música com o corpo, e tudo perfeitamente sincronizado com a complexidade absurda do violão e do canto flamenco. Todos os artistas ali eram exímios, e a PAIXÃO com o que eles fazem o que fazem é escancarada e contagiante... Isso tudo, desde o lance do meu pai até o show fantástico, foi emocionante demais e conseguiu transformar todo o Inferno que eu tinha vivido no começo da viagem em um Céu, tendo sido, com certeza, o que mais me marcou nessa 1ª parada da Euromadness! 😃

Show de flamenco no Tablao de Carmen - ESPETACULAR!!
Mais uma vez homenageando meu querido, saudoso e viajado pai... 😊
Mas a bruxa estava mesmo solta na Espanha, e antes de seguir viagem pra Malta (tema do próximo post!), tive mais dois problemas...
Primeiro, a fiel mochila que eu usava há quase 10 anos e me acompanhou em TODAS as viagens nesse período pediu arrego... O tecido dela abriu em 2 lugares e o zíper principal emperrou de vez. Resultado: menos € 75 no meu já completamente arrombado orçamento (preço de uma mochila nova equivalente)...
Segundo, o voo pra Malta TAMBÉM atrasou! Pelo menos dessa vez eu não tinha uma conexão, mas ele já sairia tarde originalmente (0h) e, como atrasou 2 horas, só fui chegar no hostel do destino quando já era quase de manhã - e como não queria perder mais um dia na viagem, quase não dormi pra poder passear! Mas isso é assunto pra depois...



••• "Partiu Barcelona"?! Então agora encontre AQUI as melhores opções de HOSPEDAGEM na cidade! •••



Até a próxima viagem! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dúvidas, sugestões, críticas, elogios...? Participe comentando aqui! =)